Lixo emocional alheio e crise de ausência

Nem meia hora depois de voltar ao trabalho e já tive que lidar com emoções alheias mal-resolvidas.

Durante meus dias em casa, havia me esquecido de como é difícil a gente não absorver o lixo emocional de gente beirando a terceira idade e que ainda não aprendeu a gerenciar suas frustrações. É um festival de agressividade gratuita, uma necessidade insaciável de sinalizar as dificuldades alheias a fim de abafar as próprias limitações. A reação imediata é de gritar mais alto, de sugerir que a pessoa mude de profissão, de mandar ir pastar, mas a gente respira fundo, recupera o equilíbrio perdido nos 15 segundos anteriores e faz crise de ausência e deixa o sujeito desestabilizado falando sozinho.

Falta muito para as férias de 2020?

2 comentários sobre “Lixo emocional alheio e crise de ausência

  1. Olá Isa!
    Nossa, com certeza isso é algo difícil de encarar, sobretudo no ambiente de trabalho de onde não podemos fugir né? Penso que o mundo seria bem mais fácil se todos lidássemos com nossos problemas sem descontar nos outros. Prosseguimos sem ter esse cenário, mas torcendo para que você consiga se blindar disso! bjs

    https://www.aptox.com.br

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s