Vem com tudo, 2016.

Nada mais adequado do que começar as postagens de 2016 com alguns planos e metas para o blog.

Ele foi criado há 5 anos atrás mas ficou parado. No finalzinho de agosto de 2015 retomei a blogagem, conheci muitos blogs bacanas e exercitei um pouco a escrita. Ela continua um pouco empacada, mas já melhorou um tanto e um dos planos para esse ano é praticar mais e mais. Falaremos sobre isso mais abaixo.

Mais para o final do ano, as postagens do blog ficaram espaçadas dando lugar a pequenos hiatos. Não quero que isso volte a acontecer, mas parece que é algo comum em todos os sites e blogs.

Para manter o Fluxo Constante  sempre atualizado, escolhi alguns projetos e desafios para me manterem sempre em movimento.

Projeto 101 coisas pra fazer em 1001 dias. É um projeto já antigo na internet, onde a gente define 101 coisas mensuráveis pra fazermos em 1001 dias. Toda vez que uma tarefa for concluída postarei no blog. Vejam os itens e as datas previstas para o início e término aqui.

Não nos esqueçamos dos projetos literários também. Para este ano me comprometi apenas com um desafio, mas pode ser que eu me empolgue e participe de mais alguns.

Também pretendo aderir ao Desafio 52 semanas que vi no blog da Stephanie Ferreira. Pra cada semana do ano um top 5 temático. Para acompanhar as postagens e conferir os temas, clique aqui.

Outro plano para o blog em 2016 é tirar um mês para blogar todos os dias. Escrever, escrever, escrever. Sobre os mais variados temas. Talvez em abril que é o mês do meu aniversário. Aguardemos.

Isso tudo diz respeito ao conteúdo do blog. Em relação à estrutura, quero comprar o domínio e encomendar um layout bem bacana. Ele e vocês que o acompanham merecem. Quero alcançar a meta de 50 views por dia. Pode parecer pouco mas vamos com calma, não é mesmo?

Continuem comigo em 2016 e me ajudem a trazer mais gente para nosso cantinho. Compartilhem, curtam e comentem nos posts sempre que quiserem. Isso dá um ânimo enorme pra continuar trazendo conteúdo bacana pra vocês.

Se tiverem alguma sugestão para o blog, não deixem de opinar.

Que comece 2016!

Até breve.

Minha Wishlist de Natal

IMG_6907

Por mais que a gente tente celebrar o Natal em seu sentido original, o nascimento de Jesus, acabamos cedendo à pressão das leis do comércio e associamos a data à compras. Chega dezembro e aparece uma enxurrada de listas de possíveis presentes.

Comigo não seria diferente. Há algum tempo venho paquerando os itens da minha listinha e vamos ver se transcrevendo meus desejos, alguns itens não se materializam e alcancem minhas mãos. #oremos

Mini Power Bank: recarregador de bateria portátil com autonomia de até 3 recargas por ciclo. Quero ele douradinho assim como na foto.

Bolsa térmica: esse modelo em neopreme é lindinho demais. Quem sabe eu não me empenhe mais em cozinhar e levar minha própria comida para o trabalho. Seria uma economia e tanto. Quero tanto que pedi de presente no amigo secreto do trabalho.

Dia de Beuatè: o livro que a  Victoria Ceridono lançou há alguns meses. Maquiagem para a vida real. Minha segunda sugestão de presente de amigo oculto.

Perfume Prada Candy: eu sou apaixonada por esse perfume. Comprei voltando da minha viagem à Buenos Aires. Ele acabou e ainda não tive coragem de comprá-lo. Serve o de 30ml, caso você queira me dá-lo e garantir meu amor e gratidão eternos.

Paleta de sombras Enchanted Eve Eyes Warm: eu sou MAC addicted incurável. E essa paletinha de sombras está perfeita pra mim, com as cores que uso com mais frequência.

Base Studio Fix Fluid, MAC: apesar de eu ser muito fã da MAC, nunca usei uma base da marca. Essa é uma boa hora pra você me ajudar a mudar isso. Cores NC35 ou NC37.

É isso. Fiquem a vontade para comprar-me quantos presentes quiserem. Amarei todos. 🙂

Até breve.

Nota de esclarecimento: cadê você, Isabele?

Olá, olá, olá… Está meio empoeirado aqui. Faz tempo que não escrevo um post pra cá. Aliás, faz tempo que não escrevo nada. Enfim.

A gente sempre procura as razões pela qual deixamos de fazer algo que gostamos. No caso aqui no blog, acho que o desânimo veio junto com a frustação por conta das leituras anteriores. Eu pretendia fazer um post sobre os livros de outubro mas não rolou.

As leituras do mês passado foram frustrantes. Três livros que eu esteva com muita vontade de ler e não foram nada do que eu esperava. Culpa dos livros? Nunca. A culpa foi minha mesmo de ir  com tanta expectativa. Normal, já que há tanta propaganda boa deles. Não os citarei aqui porque vai contra os meus princípios falar mal do trabalho alheio. E também porque pretendo compartilhar apenas coisas boas por aqui.

É isso. Desculpem a ausência, o atraso. Tenho algumas ideias bacanas de posts que quero desenvolver e publicar o mais rápido possível. Só precisava vim aqui dar um alô antes de jogar um post do nada.

O que vocês andaram fazendo? O que viram de interessante aí pela blogesfera? Compartilhem aqui comigo.

Até breve.

 

Está permitido dançar ouvindo música na rua

Resolvi meu problema de espaço e o Spotify e agora não faço outra coisa na vida que não ouvir música. Meu trajeto casa-trabalho-casa está salvo.

Eu me acabo no ônibus, quando estou ouvindo música. Outro dia, voltando pra casa, tinha um tanto de gente com seus fones, curtindo o som, mexendo o ombrinho e uma menina ovelha desgarrada estava tal qual uma estátua. A pessoa não mexia nem a perninha. Fiquei indignada (vejam só vocês meu nível de loucura) Gente, os fones de ouvido estão aí pra isso, pra transformar-nos, pobres mortais, em rockstars.

Eu faço altas coreografias andando na rua, lógico que algumas delas não saem do âmbito do pensamento, se não eu iria diretinho pra Colônia Juliano Moreira, mas poxa… É divertido demonstrar a empolgação com a música ouvida.

O que eu realmente quero com esse post é saber como alguém pode ouvir música e não se teletransportar imediatamente pra um palco e se apresentar num show, tipo, Rock in Rio?

Ajudem-me a entender. Afinal, está permitido dançar ouvindo música na rua.

Se você não curte, ok, mas me explica. 🙂

Novidades do blog #1

O blog existe há apenas 2 meses (na verdade, há 5 anos, mas isso não vem ao caso agora) e começa a tomar forma. Aos poucos vou definindo melhor o conteúdo que quero compartilhar aqui e também vou estreitando os laços com a comunidade blogueira. O tal do networking. Conforme as novidades forem acontecendo, atualizarei vocês com um post breve.

Pra começar, gostaria de dizer que me cadastrei no BlogsBrasil, uma lista de blogs brasileiros, que ajuda a divulgar e conhecer novos blogs. Se você tem um blog e ainda não se cadastrou lá, é só clicar no banner que está logo ali na sidebar.

BlogsBrasil

Também adicionei na barra lateral do blog o widget do Goodreads que mostra o andamento do meu desafio de leitura para o ano de 2015. Consta lá que o meu objetivo é ler 9 livros ao ano, mas na verdade eu já li 19 e esses 9 representam os que ainda quero ler até dia 31 de dezembro.

Goodreads

Por hora, é isso que temos de novo por aqui. Sigam-me nas redes sociais. Estou em praticamente todas.

Fanpage: Fluxo Constante | Instagram: @isapaulas | Twitter: @PinkPaulaS | SnapChat: pinkpaulas

Casamento, Guitar Hero e transações bancárias erradas

Sábado saí do plantão às 8h, cheguei em casa e não dormi nadinha, o dia todo assistindo Orange is the new black e deixando a umectação agir no cabelo. Foi dia de casar a última amiga do grupo do colégio, então o pixaim tinha que estar incrível. Na hora de me arrumar fui ao banho, enxaguei o cabelo e escovei. Pra maquiagem resolvi experimentar base nova, não gostei e tive q tirar tudo e começar de novo. Nessa hora que vi q o casamento estava marcado pra 17:30. Eram 16:30. Casamento na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e eu moro na Zona Norte. Nunca se demora menos de 1 hora de um lugar para o outro. Depois foi o drama pra escolher o batom. Fui de Heroine (MAC). Pra encerrar com chave de ouro, não achei o sapato nude q eu queria usar. Tive q me contentar com uma sandália prata. Só não cheguei mais atrasada porque existe um negócio chamado Uber. Minha salvação. Foi maravilhoso encontrar mais uma vez as amigas do colégio. Encerramos o ciclo de casamentos da turma.

O domingo também foi um dia delícia. Almoçamos e passamos o restante do dia na casa dos meus cunhados. Churrasquinho de apartamento saboroso e muito Guitar Hero Rock Band. Muito Uno da discórdia e King of Tokyo. Eu sobrei e aproveitei pra assistir Mad Max e entender a polêmica  em volta dele.

A segunda-feira começou cinzenta e chuvosa. Maravilha! Até eu descobrir que depositei dinheiro na conta errada. Fiz a transferência no dia 2 e a pessoa que deveria ter recebido o pagamento veio me cobrar ontem. Quando fui confirmar a operação vi o engano. O problema é que eu não sabia quem era a pessoa que recebeu o dinheiro e muito menos como contactá-la. O SAC do banco mais ajuda do que atrapalha.

Contei o caso no grupo de Whats App do trabalho e, por sorte, conheciam a favorecida. Entrei em contato com ela, que prontamente devolveu o dinheiro. Ufa!

A semana está apenas começando. Terça-feira é dia de plantão. Bora ralar um pouco.

Como foi o fim de semana  e a segunda-feira de vocês?

Não há fotos no post porque esqueci o carregador do celular no trabalho e passei o fim de semana regulando bateria.

A conta premium do Spotify e as pequenas decepções da vida

Spotify logo

Há um tempo que eu vinha pensando em assinar a conta premium do Spotify. É um serviço que eu uso frequentemente e eu considero o preço bem justo. Discografias inteiras por um valor simbólico, por assim dizer. Sem falar que procurar músicas, montar playlists e saber o que os amigos andam ouvindo é bem divertido.

A conta premium do Spotify oferece ao usuário a possibilidade de ouvir offline às playlists, pular músicas quantas vezes quiser e também a vantagem de não ter anúncios. Maravilha! Um dos maiores motivos de eu querer passar do free para o premium é poder ouvir em qualquer lugar, mesmo que a conexão com a Internet esteja ruim.  Continuar lendo

Bendita folha

Eu demorei a voltar com o blog porque não sabia sobre o que escrever. Nenhuma ideia chegava na cabeça. Até que voltei e agora quero escrever sobre a folha que acabou de cair no quintal recém varrido.

 Escrever é um exercício.

Nada acontece

Dia de plantão. 24 horas de trabalho. Pausas para o café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e um chazinho pra acalmar o corpo e aquecer a alma. Entre tantas refeições, muitas risadas. Hora de aproveitar o direito ao desanso noturno.

Expectativa X Realidade

Levantei-me da cama com um pensamento fixo: cuidar da casa e ler mais 50 páginas de Fahrenheit 451.

Deitei-me no sofá e nada fiz além de tomar café e pensar na morte da bezerra.

Passaram-se muitas horas até que me atinei para a atividade que há muito esperava: organizar o dressing room/home office. Além disso, juntei os livros que não queria mais, fotografei-os, postei no Facebook e vendi metade deles em menos de uma hora.

O som de moedinhas caindo no cofrinho.

Muitas sacolas de lixo para a Comlurb levar.

Depois foi banho, jantar e, finalmente, Fahrenheit 451.