Animação, galera, animação

valenteNa minha infância não assisti muitos filmes na TV por motivos de não tinha tv em casa. Depois de crescida é que eu comecei a acompanhar as animações mas, claro, sem o entusiasmo e inocência própios da infância. Mas nem por isso deixei de apreciar uns bons filmes infantis, a maioria produzidos na minha fase adulta mesmo. Ei-los.

O espanta tubarões (Dreamworks, 2004): esse filme eu assisti vezes sem fim. Minha sobrinha Daniella ficava lá em casa pra minha irmã trabalhar e todos os dias ela pedia pra ver o Oscar. Ela tinha 2 aninhos, uma coisa maravilhosa de tão linda. O filme é cheio de referências pop e do cinema. Além de divertidíssimo, a carga emocional que ele tem pra mim o faz ser o favorito entre os favoritos.

Up – altas aventuras (Disney Pixar, 2009): acho que esse é um filme muito querido por todos. Tem um roteiro bacaninha e personagens muito carismáticos. Soma-se a isso uma história de amor e cumplicidade muito tocantes.

Monstros SA (Disney Pixar, 2001): este filme está na lista simplesmente porque eu me lembro de ter dado muitas risadas com ele.

Valente (Disney Pixar, 2012): eu não sou muito fã da Disney, os filmes dela que apareceram nesta lista foi devido ao fato de que sua produtora, no caso a Pixar, foi adquirida pela Walt Disney Company. Mas Valente é um filme diferente, a Merida é determinada e não aceita muito bem aquela coisa de princesa mocinha, submissa e que tem que viver em função de se casar com o príncipe encantado. Ela queria competir, se aventurar e não apenas assistir e aplaudir um desconhecido qualquer. Girl power total.

Procurando Nemo (Disney Pixar, 2003): eu sou a Dory, gente. Praticamente. Ô memória danada pra falhar nas horas menos convenientes. Outro filme divertidíssimo que sempre me vem à mente quando me pergutam qual filme eu mais gostei de ver.

Este post faz parte do Desafio 52 semanas, semana 8. Clique aqui para ler os outros posts publicados para o projeto.

Anúncios