Muito prazer, sou sua fã.

mia couto autógrafo

Essa lista, definitivamente, foi a mais difícil de montar até agora. Simplesmente porque fiquei horas pensando em quem eu gostaria realmente de sentar pra tomar um café e ouvir suas histórias.

Vovôs e vovós: quando penso em alguém que gostaria de conhecer, de imediato vem na cabeça os meus avós. Não conheci nem um dos quatro. Na verdade, vi duas vezes a mãe de meu pai mas não tenho memórias, não tenho histórias com ela. Eu sempre morei no Rio de Janeiro e minha avó paterna, a única viva na ocasião do meu nascimento, morava na Paraíba.

Cláudia: Cláudia mora lá em Portugal e eu gostaria muito de conhecê-la pessoalmente um dia desses. A gente se conheceu através do booktube e estendemos a amizade pra todas as redes sociais. Quando tivermos a oportunidade de visitar o país de Cláudia, incluiremos no roteiro uma passadinha em Alenquer, cidade onde ela mora. Doida pra dar uns apertos no Gustavinho e na recém-chegada Francisca. 🙂

Freddie Mercury: não digo que gostaria de tomar um café com ele (o que seria muito bom se acontecesse), mas a vontade mesmo era de ir a um show dele, lá na primeira fila pra admirar bem de pertinho a grandiosidade que foi esse cantor.

Hugh Jackman: um querido desde que ele se meteu a interpretar o Wolverine no cinema. Aí veio O gigante de aço e morri de vez. Ele parece ser nada deslumbrado com o sucesso. E é também muito admirável o envolvimento dele e da esposa com causas sociais e de promoção da arte.

Mia Couto: meu autor africano favorito. Eu “estive” com ele em dezembro, quando veio fazer o tour de lançamento do seu mais novo romance Mulheres de cinza. Mia é tímido toda vida, fala baixinho mas é uma delícia ouvi-lo. Assim como lê-lo. Na ocasião consegui uma foto com ele e um autógrafo. Certamente uma pessoa pra ficar horas e horas conversando.

Este post faz parte do Desafio 52 semanas, semana 9. Clique aqui para ler os outros posts publicados para o projeto.

Anúncios

Minha Restrospectiva 2015

IMG_6906

Falta pouco menos de um mês para acabar ano. E nessa época a gente sempre faz um retrospecto da nossa vida, dos acontecimentos no Brasil e no mundo. E não é pouca coisa que acontece, não.

São vários eventos, festivais, shows, passeios…. Enfim, memórias que nos seguirão pela eternidade. Diante disso, vim aqui fazer uma lista com as coisas mais bacanas que aconteceram comigo durante o ano de 2015.

Pra ajudar na cronologia, publicações nas redes sociais e o Google Fotos.

JANEIRO

Ganhei mais uma sobrinha-neta: Isabela, filha da minha sobrinha Fernanda. Belinha nasceu com a cara de joelho mais linda que já vi na vida.

MARÇO

Fui ao show da banda preferida do meu marido, durante a adolescência. Tem post do Sonata Arctica aqui no blog. Por um acaso, eles se tornaram a minha banda mais ouvida de 2015.

ABRIL

Eu fiz 30 anos! Uau! Teve comemoração aqui em casa. Bem simples, só família e amigos próximos. O que já foi suficiente pra encher minha sala. Foi um dia muito alegre. Havia tempo que não me sentia tão feliz na data do meu aniversario.

JUNHO

O evento mais esperado do ano: o show dos Backstreet Boys em Belo Horizonte. Mais nostálgico impossível. Fui acompanhada de uma amiga da escola e do marido.  Esse show ainda virará post aqui no blog. Faz tempo que estou prometendo isso, né?

AGOSTO

Nasceu meu sobrinho Isaque. A criança já tem 4 meses e eu ainda não o conheci. #shameonme

Em agosto eu reencontrei algumas amigas da época de escola. Nos falávamos pelo Facebook mas não nos víamos há muitos anos. A ocasião: casamento da Daniele, a amiga que me acompanhou ao show dos BSB.

OUTUBRO

Dois casamentos de pessoas muito queridas. A amiga Cyntia casou com o Harlem e mais uma vez me reuni com as amigas da escola.

E minha sobrinha Marcelle se casou. Fomos padrinhos e a saga atrás do vestido ideal foi épica. Nada fácil conseguir um vestido de madrinha bacana, quando se está muito acima do peso.

NOVEMBRO

Mia Couto, um dos autores africanos mais queridos daqui de casa, veio ao Brasil lançar seu livro novo. Rolou autógrafo no meu livro favorito e foto com o autor. Que dia feliz!

A Dudinha fez 1 aninho e nosso grupo de amigas estava lá prestigiando a neném e os papais queridos.

Dezembro de 2015 é um mês especial. Muitas coisas aconteceram e ainda acontecerão pela primeira vez. Entre elas, tirar férias junto com o marido. E claro, compartilharei por aqui com vocês, mas em posts especiais dedicados exclusivamente a esses momentos.

Até breve.

ligabc