2017 e aí

Olá. como foi a primeira semana de 2017 por aí? Aqui foi bem tranquila e dentro das expectativas. Pra variar tem feito um calor enorme e eu estou morrendo de tanto me coçar, a alergia anda atacada esses dias e deu uma piorada depois que fiquei das 10:00 às 18:30 torrando na praia. Mas minha face continua amarela ( graças a Deus) só o resto do corpo que está bem vermelho e me fazendo padecer com o atrito entre a pele e quaisquer tecidos.

img_0787

dona da praia

Ontem foi o segundo plantão do ano e pude constatar que os problemas que tive com o sono em dezembro foram causados pelo descanso eterno de um mês de férias. O mês foi infinitamente inferior ao de 2015, mas serviu para colocar alguns pingos nos is e começar o ano com os compromissos renovados.

Embarquei num projeto de economia num grupo do Facebook, com o objetivo de poupar tempo e dinheiro para me dedicar àquilo que mais gosto e/ou desejo. No caso, viajar. Todos os dias falo em viagem aqui em casa e com uma amiga dos tempos de escola. É um assunto que permeia 95% das nossas conversas pelo WhatsApp e pessoalmente. Aliás, só falávamos na praia sexta-feira passada. Estamos ansiosas.

Esse é o principal projeto para 2017: guardar dinheiro para viajar. E já decidimos o destino. Se tudo der certo, compartilharei aqui também.

Além de firmar as antigas amizades, essa semana consolidou as novas que surgiram com meu retorno à universidade. Gente, como eu precisava disso: estudar e conhecer outras pessoas. As meninas são maravilhosas e muito companheiras, criamos uma boa conexão e, mesmo nesse período de férias, nos mantemos em contato diariamente.

Alguns objetivos para essa primeira semana do ano não foram alcançados, mas estamos trabalhando… Ainda tenho que ir ao mercado e me matricular na academia.

 

Anúncios

Como combater o calor pavoroso do verão carioca

combater o calor

Ou de qualquer outra cidade onde o calor é de matar.

Piscina, praia ou banho de borracha. Tanto faz, o importante é arrumar um jeito de se enfiar embaixo d’água. No natal passado compramos uma mangueira de 10 metros maravilhosa pra suavizar o mau humor trazido pelo calorão do dia 25.

Pink Lemonade. Pra acompanhar o banho de piscina ou de borracha. E ainda garantir muitos likes no Instagram. Além de ser deliciosamente refrescante. Vi a receita no blog Cozinho, logo, existo e adaptei conforme meu gosto e facilidade para encontrar os ingredientes.

Pegar um bronze. Pra quem gosta de se grosiar¹, o verão garante a cor de jambo, umas rugas e aquela doença que não pode ser nomeada. Pensando bem, melhor não. Cancela o bronze.

Sentar na calçada e ver a vida passar. Sou suburbana nascida e criada. E no subúrbio é muito comum a gente caçar uma sombra e se aboletar com a cadeirinha de praia lá. No meu caso, era sempre na calçada do vizinho da frente. Hoje, eu continuo morando no subúrbio mas eu me aboleto no quintal dentro de casa mesmo.

Ar condicionado. Esse é para os ricos que podem deixar o ar ligado o dia todo sem se preocupar com a conta de luz no mês seguinte. Delicinha e se o aparelho for bem potente e adequado para o cômodo, dá até pra sacar um edredom maroto. Apesar de ser o item mais caro da lista, é também o mais democrático pois atende o pessoal do escritório.

¹grosiar: tomar sol, se queimar, pegar um bronze. Isso no idioma falado pela minha sobrinha Fernanda quando ela era um cotoco de gente.

Este post faz parte do Desafio 52 semanas. Clique aqui para ler os outros posts publicados para o projeto.

Primeiros dias de 2016

Olá, pessoas. Como foi a virada do ano de vocês? A minha foi de maneira mais inusitada impossível, mas foi a profissão que escolhi então aceitei e segui adiante.

Esses primeiros dias de janeiro foram de muito trabalho. Há quem diga que o que se faz no primeiro dia do ano, se repetirá até o seu término. Ainda não sei o que pensar sobre isso.

No dia 31/12/15 eu sai de casa em direção ao trabalho, mais animada do que esperava. Talvez por motivos de: levar o pernil preparado pelo marido para compartilhar com os colegas de plantão. Foi sucesso. Apesar de trabalharmos muito durante a noite, foi bastante agradável. Só não foi melhor pois não consegui descansar durante as horas permitidas e passei um 01/01/16 me arrastando de sono pelos corredores do Instituto.

fazendo um retorno venoso

Sim, eu trabalhei TAMBÉM no dia primeiro de janeiro. Assim como no dia 2. Mais 24 horas ininterruptas de plantão.

Parece que os supersticiosos do 2º parágrafo tem razão.

Passei o terceiro dia do ano apenas comendo, bebendo e sonecando. Mas não foi suficiente e acabei me atrasando um pouco para o trabalho no dia seguinte. Ainda bem que inventaram um negócio chamado Uber. Me salvou de chegar mais atrasada do que o permitido. Moving on

Dia 4, mais um plantão pra conta. Muito calor e suor. E risadas e brincadeiras tolas pra amenizar o fardo da segunda-feira. Parece que o ano começou mesmo, queridinha.

E uma notícia bombástica caiu no meu colo. Estamos lidando.

Teve praia na primeira semana do ano? Teve sim, senhor. O mar estava bravio demais e a água congelante. Jesus!

 

Terminei a semana com mais 24 horas de trabalho, tudo pra ajudar o amiguinho. Meus dias estavam perfeitos, era hora de ajudar alguém a ter os seus também.  Não li uma linha. Mas também não assisti TV. Então ok. Vetores anulados.

Como foi esse início de mês/ano pra vocês?

Até breve.