Uma nada breve revisão sobre o super longo mês de agosto

Quantos anos cabem no mês de agosto? Tenho certeza de que, em algum momento, você também se fez essa pergunta.

Os quinze primeiros dias do mês foram triviais: trabalho em horário regular, alguma horas extras e início do semestre letivo. E ainda consegui encaixar um lanche/ jantar com uma amiga de longa data e um bate-volta à Caçapava (SP) pra comemorar o aniversário da sogra. Aqui abro um parêntese para dizer que nunca gostei de viagens do tipo bate-volta, achava perda de tempo e dinheiro. Fiz duas nos últimos três meses. Amei! Como eu era tola!

Além do aniversário de sogra, eu compareci a mais quatro festas de aniversário e a um casamento. Dieta? Nunca nem vi. E lá se foram, por brigadeiros abaixo, os objetivos específicos para agosto: 10 dias seguidos de dieta limpa e voltar a caber com folga no macaquinho preto que tenho há quase 10 anos.

No meio de tantos eventos, deu pra ler metade de Almas Mortas (Gógol), sentir uma sensação de ansiedade bem aleatória, é assim que ansiedade funciona, não é mesmo?; reassistir à Fringe, começar Queer Eye, rearranjar o escritório, rascunhar inúmeros textos para o blog, comer uns 500kg de açúcar, engordar 2kg e aprender. Aprender muito sobre mim mesma, aprender que sou capaz de gerir meu tempo, planejar a vida e executar as ações que irão me conduzir até a realização dos meus objetivos.

Algumas coisas ainda precisam de melhoria, como a saúde e vida financeira, mas já tenho bem claras e estabelecidas as ações relacionadas a essas áreas. Só falta um engajamento maior e tudo irá bem.

Não posso deixar de dizer que em agosto eu alcancei mais dois objetivos da lista para 2019 e estou muitíssimo feliz e satisfeita comigo. Aquela sensação de “mulher, você é capaz”.

E, pra finalizar agosto com chave e ouro, comecei um curso presencial que fica a 35km de distância da minha casa.

O saldo do mês foi positivo, definitivamente. Os 5 anos de duração de agosto foram tão intensos que nem vi meus 15 dias de férias passarem.

Anúncios

[Livro] Memórias de um sargento de milícias

milícias

O livro trata das vicissitudes de Leonardo. Jovem rapaz que tem a vida ora marcada pela boa sorte ora marcada pelos infortúnios. Sua história começa com o namorico de seus pais, Leonardo-Pataca e Maria-das-Hortaliças, ainda no navio que os trazia para o Brasil.

Continuar lendo

Sobre o ano que eu passei lendo 1Q84

1Q84-fluxoconstanteblog

Nunca pensei que um dia eu terminaria um livro que não estivesse gostando de ler. Sou do tipo que acha a vida curta demais pra perder tempo com livros ruins. Mas é aí que mora a grande questão: 1Q84 (o livro 1), do japonês Haruki Murakami, não é ruim. Eu é que não me conectei com a história. Foi mais de um ano lendo só mais um pouquimho, vai que melhora. Nessa semana li os dois últimos capítulos que faltavam pra encerrar o livro. Meu histórico no Skoob diz que a última vez que o li foi em maio deste ano.

Continuar lendo